Atlético chega a acordo com atacante Ricardo Oliveira e pagará R$ 3 milhões em 30 parcelas

O Atlético se livrou de mais um questionamento de dívida na Justiça. Nesta quarta-feira, o clube alvinegro fez um acordo com o atacante Ricardo Oliveira, de 41 anos, que cobrava salários atrasados, FGTS, férias, 13º proporcional, multa compensatória pela rescisão, indenização por danos morais entre outros.

Pelo acordo, fechado pelos advogados Ricardo Boson e Gustavo Bastos, do escritório de advocacia Boson Bastos e Abreu, o Atlético pagará R$ 3,060 milhões em 30 parcelas. O primeiro pagamento deverá ser feito em setembro.

Ricardo Oliveira acionou o Atlético na Justiça do Trabalho em 2020 pedindo R$ 3,7 milhões. O Galo foi condenado em novembro do ano passado a pagar R$ 3 milhões mais R$ 500 mil por danos morais. Em fevereiro, a Justiça rejeitou o recurso do clube alvinegro e manteve a condenação.

O vínculo de Ricardo Oliveira com o Atlético iria até o fim de 2020, mas foi rescindido após o jogador conseguir uma liminar. O atacante foi afastado do grupo em maio, após ser informado que não fazia parte dos planos da comissão técnica de Jorge Sampaoli.

A última partida do camisa 9 pelo Galo foi no dia 14 de março de 2020, quando foi titular na vitória por 3 a 1 sobre o Villa Nova, no Alçapão do Bonfim, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. Na ocasião, ele perdeu uma cobrança de pênalti. Pelo Atlético, Ricardo Oliveira disputou 110 jogos e marcou 37 gols.

Após deixar o Atlético, Ricardo Oliveira acertou com o Coritiba. No entanto, o atacante já saiu do time paranaense e atualmente está sem clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: