Renato Augusto fica livre e deve assinar com o Corinthians nesta quarta-feira

Corinthians deve definir a contratação de Renato Augusto nesta quarta-feira.

Após ver o Beijing Guoan endurecer nas primeiras conversas para liberação, o jogador conseguiu avançar nas tratativas e está livre na Fifa. Com seis meses de contrato atrasado e sem condições de retornar para a China, o jogador obteve a quebra de seu vínculo.

Campeão brasileiro em 2015, sendo eleito o melhor jogador da competição, o meio-campista retornará ao Timão aos 33 anos. O jogador, que está no Rio de Janeiro com a família, deve vir para São Paulo na quarta-feira para se encontrar com a diretoria de futebol do Timão.

Já há um acerto apalavrado entre as partes e bastará que o contrato seja assinado. O jogador de 33 anos deve estar acompanhado do empresário Renato Costa, que trabalha com Carlos Leite.

Renato escolheu o Corinthians. Embora tenha tido proposta do Flamengo e possibilidades de seguir no exterior, o meio-campista tinha o desejo de retornar ao CT Joaquim Grava. Em três temporadas pelo clube, entre 2013 e 2015, ele disputou 127 jogos, fez 15 gols e ganhou três títulos.

Nos últimos dias, o Beijing Guoan demonstrou interesse em exercer a prioridade de renovação de dois anos a partir de janeiro. O jogador até recebeu um telefonema do presidente do clube para tratar da questão, mas manifestou sua vontade de voltar ao Brasil. Ele está adquirindo um imóvel em São Paulo.

Desde que não conseguiu embarcar para a China por conta da pandemia do coronavírus, em janeiro, o jogador contratou um personal trainer e vinha fazendo trabalhos no Centro de Futebol Zico, o CFZ.

Renato Augusto não tem limitações clínicas. Em 2018, o jogador sofreu com uma inflamação no joelho esquerdo causada por uma sobrecarga de treinos no início da Copa do Mundo da Rússia. Mesmo assim, esteve à disposição do técnico Tite na disputa do Mundial.

Ao todo, foram cinco temporadas no futebol chinês. Em 2020, foram 24 partidas disputadas pelo Beijing Gouan, com quatro gols marcados. Em 2019, viveu sua melhor temporada, com 16 gols em 38 jogos. Em 2018, no ano do Mundial da Rússia, fez dez gols em 31 partidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: