Atlético defende diante do Boca longa invencibilidade em casa contra argentinos

O Atlético encara o Boca Juniors, da Argentina, nesta terça-feira (20), às 19h15, no Mineirão, no jogo de volta pelas oitavas de final da Copa Libertadores, defendendo sua invencibilidade como mandante diante de argentinos neste milênio. A partir de 2000, são dez partidas contra clubes do país vizinho, com nove vitórias e um empate.

No confronto desta terça-feira, o vencedor garante presença nas quartas de final da competição. Empate sem gols leva a decisão para os pênaltis, pois a partida de ida, semana passada, em La Bombonera, em Buenos Aires, terminou empatada por 0 a 0. Igualdade com gols dá a vaga aos xeneizes.

CLIQUE AQUI e acompanhe a Jornada Esportiva da Itatiaia, a partir das 18h05. Narração de Mário Henrique, comentários de Léo Figueiredo, reportagens de Claudio Rezende, Álvaro Damião e Thiago Reis. Márcio Rezende de Freitas na análise da arbitragem e Domingos Sávio Baião dos números. A ancoragem é de João Vitor Cirilo.

A invencibilidade atleticana recebendo argentinos tem quase 23 anos. A última derrota foi em 23 de setembro de 1998, por 1 a 0, para o Rosario Central, no Mineirão, pela penúltima edição da Copa Conmebol.

Em 13 de setembro de 2000 começa a série invicta do Atlético contra clubes da Argentina, com uma vitória por 3 a 2 sobre o San Lorenzo, também no Gigante da Pampulha. Nesta mesma edição, o Galo recebeu o Boca Juniors pela última vez e venceu por 2 a 0, com gols de Marques e Capria. O jogo foi em 1º de novembro de 2000.

Apesar da supremacia, os últimos três confrontos contra clubes da Argentina, em Belo Horizonte, decretaram eliminações do Atlético, não na Libertadores, mas na Copa Sul-Americana.

Em 8 de maio de 2018, o único empate do Galo neste milênio contra equipes do país vizinho, um 0 a 0 com o San Lorenzo, decretou a queda na primeira fase do torneio.

Em 26 de setembro de 2019, a eliminação foi nas semifinais, nos pênaltis, após vitória por 2 a 1 sobre o Colón, no Mineirão.

No ano passado, o Atlético saiu na primeira fase da Copa Sul-Americana mesmo com a vitória por 2 a 0 sobre o Unión, no Independência, após perder a ida por 3 a 0.

Histórico

No total, são 26 os jogos do Atlético contra clubes da Argentina, em Belo Horizonte, numa história que começa em 19 de janeiro de 1940, com uma vitória por 2 a 1 sobre o Independiente, em amistoso disputado no Estádio Antônio Carlos, em Lourdes.

O retrospecto é de 15 vitórias do Galo, cinco empates e seis derrotas, sendo quatro delas nos jogos seguintes ao primeiro confronto contra argentinos, sempre em amistosos.

Em jogos válidos por competições oficiais, a primeira derrota foi justamente para o Boca Juniors, por 2 a 1, em 24 de setembro de 1978, pela segunda rodada do triangular semifinal da Copa Libertadores, num grupo que contava ainda com outro gigante argentino, o River Plate.

Aliás, passando pelos xeneizes, o Galo terá pela frente na Libertadores outro argentino, que será River Plate ou Argentinos Juniors.

Na última quarta-feira (14) eles empataram por 1 a 0, no Monumental de Núñez, e fazem a volta nesta quarta-feira (21).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: