Polícia da Coreia do Sul investiga Cristiano Ronaldo por acusação de fraude

Após Cristiano Ronaldo ficar de fora de uma partida amistosa realizada pela Juventus na Coreia do Sul, a polícia local optou por abrir investigação para saber se alguma lei do país não estaria sendo violada. A informação é do jornal As, da Espanha, que também aponta que a acusação teria sido feita por um advogado do grupo LKB & Partners. Além do craque português, a denúncia também envolve a Juventus e a TheFasta, empresa que organizou o evento.

A partida em questão ocorreu na última sexta-feira, entre o time italiano e uma equipe com os principais jogadores da liga coreana.

Decepcionados por não verem Cristiano Ronaldo em campo, mais de 2 mil torcedores aderiram à uma ação na qual é exigido o reembolso por parte da TheFasta

O diário espanhol ainda informa que é pouco provável uma punição ao atleta, ou a exigência de que ele vá depor na Coreia do Sul. Também não é de se esperar que a polícia local recorra à Interpol, que só se envolve em crimes que acarretam em prisão de mais de um ano. Mesmo podendo sair impune, Cristiano Ronaldo teve sua imagem desgastada no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: