Brasil 3 x 1 Peru: veja as notas da seleção na final da Copa América

 

Brasil é campeão da Copa América. Neste domingo, o título veio com uma vitória sofrida sobre o Peru, por 3 a 1, com direito a mais de 20 minutos com um homem a menos. O jogador expulso foi Gabriel Jesus, justamente o protagonista dos dois gols da seleção no Maracanã.

Veja as atuações do Brasil:

Alisson: Viu chegar ao fim a impressionante marca de minutos sem ser vazado. Pouco pode fazer para evitar o primeiro gol sofrido na Copa América, em pênalti bem batido por Paolo Guerrero. Nota 6,5

Daniel Alves: Não teve o protagonismo da semifinal contra a Argentina, mas, mais uma vez, foi importante. Acabou jogando até como meia, depois da entrada de Éder Militão para reforçar defesa. Nota, 6,5

Marquinhos: Teve bastante trabalho com o ataque peruano, mas demonstrou a segurança costumeira, embora tenha sido vencido em alguns duelos com rivais. Nota 6,5

Thiago Silva: Assim como o companheiro, não teve vida fácil contra os peruanos. Ainda acabou tendo a infelicidade de cometer o pênalti que rendeu o gol de empate do Peru. Se recuperou, porém, depois. Nota 6,5

Alex Sandro: Seguro na defesa, apareceu bem também no ataque. Mostrou que pode substituir Filipe Luís à altura. Nota 6,5

Casemiro: Não foi sua melhor partida. Teve trabalho nos ataques peruanos e segue com dificuldade para contribuir quando o time tem a bola. Nota 6

Arthur: Assumiu o controle do meio-campo, não só passando no início das construções, como também avançando para funcionar quase como armador. Deu assistência para o segundo gol. Nota 7

Philippe Coutinho: Bem menos participativo do que até o próprio Tite espera. Quando apareceu melhor no ataque, demorou a decidir jogadas. Nota 6

Eder Militão: Entrou para reforçar a defesa depois da expulsão de Gabriel Jesus, mas Peru não conseguiu pressionar como esperado. Nota 6,5

Gabriel Jesus: O destaque do título brasileiro. No primeiro gol, jogada magistral para servir Everton; depois, oportunismo para fazer 2 a 1. Consagração só não foi completa porque acabou expulso, deixando time com um a menos no fim da final. Nota 7,5

Allan: Entrou no fim. Sem nota

Roberto Firmino: Participação fundamental no segundo gol brasileiro, insistindo para recuperar bola perdida, o que acabou iniciando a jogada de Arthur, que deu assistência a Jesus. Seria ainda melhor, se tivesse marcado em boa chance no segundo tempo. Nota 6,5

Richarlison: Entrou em momento delicado, logo após a expulsão de Gabriel Jesus. Mostrou personalidade ao assumir a cobrança de pênalti, sem os batedores oficiais em campo. Nota 7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: