Messi faz duras críticas e desabafa contra arbitragem: “Nem sequer foram ao VAR”

Messi lamenta chances perdidas e diz que Brasil “achou gol” em lance de Gabriel Jesus; camisa 10 encerra entrevista pregando apoio aos jovens jogadores argentinos

A seleção brasileira eliminou a Argentina depois de uma vitória por 2 a 0, nesta terça-feira (2), no Estádio do Mineirão, em partida válida pela semifinal da Copa América 2019. Após o jogo, Lionel Messi desabafou e fez duras críticas à arbitragem, que, segundo ele, prejudicou sua seleção.

Além de Messi, o treinador Lionel Scaloni também ficou na bronca com a arbitragem. Para o jogador do Barcelona, o VAR não foi acionado quando preciso.

“Se cansaram de cobrar besteiras nesta Copa América, e hoje não foram nunca ao VAR. Incrível!”, começou dizendo o camisa 10, que completou:

“Fizemos um esforço grande, estamos jogando contra o Brasil, que tem grandes jogadores, está jogando em casa. Como disse, todas as faltas vão para eles, cartão para a gente, para eles não, jogadas claras que não foram ver no VAR. Nesta Copa, cansaram de marcar toques de mão bobos, pênaltis bobos, e hoje nem sequer foram ao VAR.” 

Apesar da derrota, Messi fez sua melhor participação na Copa América 2019, em um jogo que procurou situações, criou chances e teve uma finalização na trave. No entanto, a Argentina sofreu com os velhos problemas defensivos e ficou apenas no quase ofensivamente. Ele analisou a partida:

“Assim, ainda quente pelo jogo é difícil, mas creio que foi a nossa melhor partida. Eles encontraram um gol numa jogada de lado, que marcamos mal, ele (Gabriel Jesus) termina definindo livre na área. Tentamos sempre, tivemos a bola, eles não nos pressionaram. O Brasil tem jogadores rápidos na frente e não conseguiram encaixar contra-ataques. Tivemos situações para marcar, mas não conseguimos. Tivemos finalizações na trave, aquela bola que atravessa toda a área… E os pênaltis que não marcaram para a gente.”

No fim, Messi pregou um discurso de apoio aos novo jogadores argentinos e cravou que sua seleção está crescendo de produção aos poucos.

“Lamentavelmente não deu, e tomara que se respeitem esses garotos, porque fizeram um trabalho enorme, um sacrifício muito grande, mostraram que amam a seleção de verdade. Que se respeitem. É um começo, esse é o futuro, podem ficar tranquilos que a Argentina vai continuar crescendo.”

LEIA MAIS:

Messi tem a sua melhor atuação na Copa América, mas perde para o Brasil; veja números

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: