Brasil tem dois gols anulados pelo VAR, volta a ouvir vaias e não sai do zero com a Venezuela

seleção brasileira esperava um “axé” diferente em Salvador. Acabou, porém, ouvindo as mesmas vaias que foram criticadas em São Paulo. A paciência da Fonte Nova se esgotou com uma atuação no máximo mediana e empate por 0 a 0 com a Venezuela.

Poderia ser diferente se não fosse o VAR. Quando a torcida já demonstrava toda sua impaciência com o time de Tite, Philippe Coutinho mandou a bola para a rede aos 43 minutos, inflamando o estádio. Logo depois, porém, o árbitro anulou o lance.

O problema foi o impedimento de Roberto Firmino na jogada, o que fez o público direcionar sua raiva toda para a arbitragem. Já havia acontecido antes, aliás, no mesmo segundo tempo, quando Gabriel Jesus marcou, mas o VAR também entrou em ação.

Com o resultado, o Brasil não conseguiu já garantir a classificação na Copa América. Segue na liderança do grupo A, com quatro pontos, mas ainda precisa confirmar a vaga na última rodada, no próximo sábado, contra o Peru, na Arena Corinthians, novamente em São Paulo.

A situação ainda não é preocupante. Os peruanos estão na segunda colocação, também com quatro pontos, enquanto a Venezuela foi a dois. A Bolívia está zerada. Os dois primeiros lugares avançam direito, mas também é possível passar como um dos melhores terceiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: