Cruzeiro blinda grupo e opta por trinca de capitães para entrevistas em semana turbulenta

Vivendo a fase mais delicada da temporada, sem vencer há quatro jogos, o Cruzeiro blindou seu grupo de jogadores nesta semana. Desde que os atletas se reapresentaram, nessa terça-feira, após a derrota por 4 a 1 para o Fluminense, no último sábado, pelo Brasileirão, apenas a trinca de capitães conversou com os jornalistas na Toca da Raposa II. O primeiro foi Henrique, que falou ao lado do vice de futebol Itair Machado.

Na entrevista que concedeu, o volante reforçou que não há racha no elenco e projetou a recuperação da equipe já para o duelo contra a Chapecoense, neste domingo, às 19h, pelo Brasileirão. Na quarta-feira, o zagueiro Leo foi escalado para a entrevista coletiva na Toca II. Ele seguiu o discurso de Henrique e chegou a revelar que os jogadores dão risadas dos boatos de brigas internas que se espalham nas redes sociais.

Nesta quinta-feira, o goleiro Fábio foi o responsável por responder aos questionamentos dos jornalistas. Naturalmente, ele também abordou o momento instável vivido pela equipe e rechaçou os boatos de racha no elenco. “Eu estava fora e várias situações com meu nome. A gente fica triste, mas infelizmente acontece na rede social, as pessoas vão sempre colocando as palavras e sem responsabilidade. Mas estamos calejados e vivenciamos várias situações como essa”, disse.

O departamento de comunicação do Cruzeiro não antecipou quem será escalado para a entrevista desta sexta-feira. Até 2018, as sextas-feiras eram reservadas para entrevistas de Mano Menezes. Em 2019, porém, o clube diminuiu o volume das coletivas do treinador. Não há confirmação, portanto, se o técnico responderá perguntas dos repórteres na antevéspera do jogo contra a Chape.

O último triunfo do Cruzeiro na temporada foi em 5 de maio, quando bateu o Goiás, por 2 a 1, no Mineirão, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. De lá pra cá foram três derrotas e um empate. Na rodada final da fase de grupos da Copa Libertadores, o time perdeu para o Emelec por 2 a 1. No Brasileirão já são duas derrotas consecutivas, para Internacional (3 a 1) e Fluminense (4 a 1). Pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil, o Cruzeiro empatou por 1 a 1 com o Fluminense no Maracanã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: