São Paulo e Flamengo empatam no Morumbi pelo Brasileirão

Depois de duas vitórias, o São Pauloperdeu o 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro. Mas ao menos manteve a invencibilidade. O time tricolor saiu atrás no placar, mas buscou o empate com os reservas do Flamengopor 1 a 1, neste, domingo, pela terceira rodada. Orlando Berrío abriu o placar com um belo gol na etapa inicial, Tchê Tchê definiu a igualdade aos 37min do segundo tempo.

Sofrendo com lesões nesta temporada, Berrío só havia atuado em duas partidas e por 27 minutos em 2019 até então. Ele não entrava em campo desde 1º de março. No fim do primeiro tempo, o colombiano precisou ser substituído por conta de um trauma no queixo, após choque com adversário. Antes dele, Alexandre Pato já havia deixado o  campo.

Depois de duas vitórias, o São Pauloperdeu o 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro. Mas ao menos manteve a invencibilidade. O time tricolor saiu atrás no placar, mas buscou o empate com os reservas do Flamengopor 1 a 1, neste, domingo, pela terceira rodada. Orlando Berrío abriu o placar com um belo gol na etapa inicial, Tchê Tchê definiu a igualdade aos 37min do segundo tempo.

Sofrendo com lesões nesta temporada, Berrío só havia atuado em duas partidas e por 27 minutos em 2019 até então. Ele não entrava em campo desde 1º de março. No fim do primeiro tempo, o colombiano precisou ser substituído por conta de um trauma no queixo, após choque com adversário. Antes dele, Alexandre Pato já havia deixado o campo.

Com o resultado, os tricolores vão a sete pontos e ficam atrás apenas do Atlético-MG, que somam nove unidades. Já os rubro-negros, que começaram o jogo sem um titular sequer, somam quatro unidades.

Pela próxima rodada do Brasileirão, o São Paulo visitará o Fortaleza na Arena Castelão, às 19h (de Brasília) de domingo. No mesmo dia, o Flamengo receberá a Chapecoense no Maracanã, às 11h.

Antes, na quarta-feira, a equipe carioca enfrentará o Peñarol no Uruguai, às 21h de quarta-feira, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

Belo gol, lesões e empate no fim

Depois de os mandantes pressionarem logo no começo do jogo, o time carioca abriu o placar em sua primeira finalização. Aos 7min, Berrío recebeu belo passe de Diego, tabelou com Hugo Moura e completou de carrinho na pequena área, fazendo um bonito gol.

Com o placar aberto, os rubro-negros passaram a atacar e até balançaram a rede novamente, aos 20min. Após cabeceio de Dantas na trave em cobrança de falta, Lincoln completou. Porém, a arbitragem marcou corretamente o impedimento no lance. Os tricolores responderam com uma bola na trave de Antony, aos 25min.

Cinco minutos mais tarde, a equipe da casa sofreu uma baixa. Alexandre Pato precisou ser substituído após ser atingido por Thuler em uma disputa de bola e deu lugar a Everton – o zagueiro flamenguista levou apenas o cartão amarelo. Aos 40min, Cuca trocou Anderson Martins por Hernanes.

Aos 48min, nova substituição. Berrío ficou no chão após choque com Walce e precisou deixar a partida, dando lugar a Lucas Silva.

Na etapa final, os donos da casa foram para cima, finalizaram com frequência, pressionaram e buscaram o empate até o fim. A tentativa surtiria efeito aos 37min, quando Tchê Tchê aproveitou sobra após grande defesa de César em cabeceio de Hernanes e mandou para o alvo.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 x 1 FLAMENGO

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP
Data: Domingo, 5 de maio de 2019
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer
VAR: Emerson de Almeida Ferreira
Público: 38.749 torcedores
Renda: R$ 1.988.361,00
Cartões amarelos: Anderson Martins (São Paulo); Lincoln, Ronaldo, Thuler, Diego, Trauco e Rodinei (Flamengo)
Gols: Tchê Tchê, aos 37 do 2ºT (São Paulo); Berrío, aos 7 do 1ºT (Flamengo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Walce, Anderson Martins (Hernanes), Bruno Alves e Reinaldo (Helinho); Hudson, Tchê Tchê e Liziero, Antony, Alexandre Pato (Everton) e Toró. Técnico: Cuca

FLAMENGO: César; Rodinei, Thuler, Dantas (Rafael Santos) e Miguel Trauco; Hugo Moura, Piris da Motta e Ronaldo; Diego, Berrío (Lucas Silva) e Lincoln (Bruno Henrique). Técnico: Abel Braga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: