O Imperatriz fez o que parecia impossível: conquistou o título do Campeonato Maranhense. Mesmo saindo atrás do placar e com a vantagem do empate para o adversário, o time de Ruy Scarpino buscou uma virada épica dentro do Castelão e venceu o Moto Club por 3 a 2, com gol de Adauto aos 47 minutos do segundo tempo, após grande jogada de Júnior Chicão.
Com o resultado em São Luís o Imperatriz garante uma vaga na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D do Campeonato Brasileiro de 2020. Esse foi o terceiro título na história do clube, que já tinha levantado o troféu em 2005 e 2015. O Moto Club, que deixou escapar a vitória nos acréscimos, garante apenas uma vaga na Copa do Brasil 2020.

Por ter a melhor campanha da competição, o Moto Club jogava por dois resultados iguais para ser campeão. Com o placar em 0 a 0 no primeiro jogo, o time de Wallace Lemos poderia ser campeão com um empate em casa, mas já abiu o placar com Léo Paraíba aos 34 minutos. Tibiri empatou no início do segundo tempo, aos nove. De pênalti, Mateus Mendes colocou o time da casa novamente na frente, aos 21. Lucas Campos deixou tudo igual de novo aos 24.

No finalzinho, praticamente no último lance da partida, Júnior Chicão encontrou espaço na intermediária e arriscou um chute cruzado. Adauto apareceu nas costas da marcação e só completou para o fundo das redes aos 47 minutos, cravando uma vitória improvável do Imperatriz. O estádio Castelão, que até então estava em festa, terminou o jogo calado. O Moto Club, que estava invicto na competição, perdeu o seu primeiro jogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: