Chutaço de longe de Matheusinho dá vitória ao vice-líder América em partida com polêmica de arbitragem no Arruda

O América voltou a vencer neste sábado. Após duas derrotas consecutivas na Série B do Campeonato Brasileiro, os comandados do técnico Enderson Moreira derrotaram o Santa Cruz por 1 a 0, em pleno Arruda, pela 28ª rodada da competição. A vitória por 1 a 0 se originou de um chutaço de Matheusinho, disparado já no segundo tempo de um jogo marcado por uma polêmica: um impedimento mal marcado que anulou um gol de Anderson Sales.
O triunfo faz com que o América volte à vice-liderança da Série B, com 51 pontos – três a menos que o Internacional. O Santa Cruz, por sua vez, segue afundado na zona de rebaixamento: 18ª posição, com 30 pontos.
As equipes voltam a campo no próximo sábado, às 16h30. O América receberá o Luverdense, no Independência. O Santa Cruz enfrentará o Figueirense, no Orlando Scarpelli.
As posições na tabela da Série B pouco influenciaram as estratégias de Santa Cruz e América no início da partida. Mesmo tendo iniciado a rodada na antepenúltima colocação, os donos da casa partiram para uma verdadeira ‘blitz’ contra o ex-líder da competição.
Aos 6’, João Paulo recebeu a bola e, de dentro da área, exigiu bela defesa de João Ricardo. Apenas dois minutos depois, Yuri fez bela trama com Thiago Primão e cruzou na cabeça de Grafite, que finalizou por cima.
As ações do jogo se equilibraram após os 15 minutos iniciais. O quarteto ofensivo do América começou a trocar mais passes e, eventualmente, puxar contra-ataques. Num deles, Luan chutou com efeito de fora da área, mas não acertou o gol. Momentos depois, o atacante cabeceou em cima de Júlio César, que agarrou.
A partir daí, o jogo ficou concentrado nas duas intermediárias. As chances de gol minguaram, e as equipes erravam passes em sequência. O América apostava na transição rápida, mas pouco criava. O Santa Cruz, por sua vez, tinha mais a bola e insistia na movimentação de Grafite. Nenhuma dessas estratégias funcionou, e o primeiro tempo terminou sem gols.
O América retornou a campo para o segundo tempo disposto a atacar. A insistência nas bolas aéreas, entretanto, não deram resultado. Após ensaiar pressão nos primeiros dez minutos, o time mineiro voltou à rotação da primeira etapa.
O jogo amarrado persistia, com as duas equipes enfrentando dificuldade para atacar. Aos 26’, um lance para incendiar o jogo: Primão cobrou falta para Anderson Sales, que cabeceou para as redes. O arbitragem assinalou impedimento inexistente, em lance complicado para o assistente. Apenas o braço do zagueiro estava à frente do penúltimo defensor do América.
A partida ficou movimentada, e as equipes trocavam ataques. Em tabela com Renan Oliveira, Matheusinho recebeu a bola na intermediária e soltou a bomba. A bola foi no cantinho do goleiro Júlio César: 0 a 1.
A partir daí, o Santa Cruz tentou voltar a exercer a pressão feita no início da partida. No último lance do jogo, Anderson Sales bateu falta na trave. Mas as investidas não foram suficientes, e o América garantiu a vitória.
SANTA CRUZ 0 X 1 AMÉRICA
Santa Cruz: Júlio César; Nininho, Guilherme Mattis, Anderson Salles e Yuri; Derley, Wellington Cézar (Natan), Thiago Primão e João Paulo; André Luís (Bruno Paulo) e Grafite (Ricardo Bueno).
Técnico: Marcelo Martelotte
América: João Ricardo; Norberto (Ceará), Messias, Rafael Lima e Pará; Juninho e Ernandes; Matheusinho (Zé Ricardo), Ruy (Renan Oliveira) e Luan; Bill.
Técnico: Enderson Moreira
Gol: Matheusinho, aos 32 minutos do segundo tempo (América)
Cartões amarelos: Derley (Santa Cruz); Norberto e Matheusinho (América)
Motivo: 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arruda
Data e horário: sábado, 7 de outubro de 2017, às 19h (de Brasília)
Público: 9.083
Renda: R$ 54.775,00
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza – SP (CBF)
Assistentes: Alberto Poletto Masseira – SP (CBF) e Evandro de Melo Lima – SP (CBF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: