Novamente sem Jô, Corinthians testa formação para pegar o Coritiba

O Corinthians voltou a treinar nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava. A atividade, marcada pelo forte vento no local da atividade, não teve grandes novidades em relação aos dias anteriores.

Mais uma vez, o atacante Jô foi desfalque e não foi a campo. Ele trata lesão na panturrilha e ainda é dúvida para encarar o Coritiba, na próxima quarta-feira, em Itaquera. A expectativa é de que ele volte a trabalhar com o elenco em breve.

Outro que não foi visto no treino com bola foi o lateral direito Fagner. Suspenso do jogo contra os paranaenses, ele ficou na academia, fazendo atividade específica. Contra o Coxa, Léo Príncipe deve ser o titular.

Fábio Carille comandou treino em campo reduzido, dividindo dois times de nove atletas e esboçando a equipe inicial. Assim como na quinta-feira, Marquinhos Gabriel ganhou a disputa com Clayson e trabalhou entre os titulares, na vaga do suspenso Romero. A formação teve Léo Príncipe, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Camacho e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel.

Os reservas tiveram Gabriel (improvisado na direita pela ausência de Fagner), Warian, Moisés e Marciel; Fellipe Bastos, Giovanni Augusto, Pedrinho e Clayson; Kazim. O centroavante trabalhou entre os reservas, mas a tendência ainda é de que ele atue se Jô não voltar.

Depois desta atividade, Carille fez também um treino técnico de ataque contra defesa. O objetivo era os jogadores ofensivos criarem jogadas e finalizarem no gol, defendido pelos arqueiros Walter, Matheus Vidotto e Caique. Cássio defende a Seleção Brasileira.

O zagueiro Léo Santos, recuperando-se de uma pubalgia, correu em volta do gramado e deve voltar a treinar com o elenco nos próximos dias. Sem Balbuena, na seleção paraguaia, as opções vêm sendo escassas, com Warian e Moisés atuando improvisados.

Após o fim do trabalho, o volante Maycon foi chamado pelo treinador corintiano e ambos tiveram uma longa conversa particular. Segundo o lateral Fagner, este tipo de papo é normal, mas nem sempre acontece aos olhos da imprensa. “Muitas vezes ele (Fábio) não conversa no campo, ele chama na sala dele. Estamos habituados com essas coisas”, reiterou.

O Timão volta a trabalhar neste sábado, pela manhã, seguindo a preparação para pegar o Coritiba. Com 55 pontos, o Alvinegro lidera com oito de vantagem sobre o Santos, atualmente na segunda posição. Restam 12 rodadas para o fim da competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: