Após rusgas, Neymar, Cavani e Dani Alves marcam e PSG vence o Bayern

O teste veio e o Paris Saint-Germain mostrou que está pronto para encarar os gigantes e conquistar a Europa. Nesta quarta-feira, o PSG venceu o Bayern de Munique por 3 a 0 no Parque dos Príncipes, com gols de Daniel Alves, Cavani e Neymar, que parecem ter se acertado em campo após as polêmicas.

Antes que qualquer análise pudesse ser feita, a equipe da capital francesa abriu o placar em jogada brasileira logo no primeiro minuto de jogo. Neymar costurou a zaga alemã pela esquerda e fez linda virada de jogo para Daniel Alves, que dominou e soltou a bomba para vencer o goleiro Ulreich.

Se a equipe base do PSG não apresentava surpresas, o time de Carlo Ancelotti alterou sua maneira de jogar para o confronto. Tendo Hummels, Ribéry e Robben no banco de reservas, a equipe da Baviera entrou em campo com três volantes: Thiago Alcântara, Vidal e Tolisso.

A tática de aguardar os contra-ataques, porém, foi desfeita com o gol de Dani Alves, e o Bayern precisou se adaptar em campo para buscar o empate. James Rodríguez foi deslocado para a esquerda para formar uma trinca ofensiva com Muller e Lewandowski, enquanto Thiago assumiu a função de armador dos alemães.

Com a nova disposição tática, os visitantes criaram uma sequência de quatro oportunidades antes dos 25 minutos. Apenas com o trio Mbappé, Neymar e Cavani à frente do meio-campo, porém, foi o PSG quem conseguiu balançar as redes. Aos 31, o francês avançou pela direita em boa jogada, e rolou para o uruguaio, que bateu de primeira e acertou um chutaço.

Mais do que o tento anotado por Cavani, os olhares se voltaram à comemoração do camisa 9. Enquanto diversos companheiros abraçavam efusivamente o atacante, Neymar se limitou a cumprimentar Mbappé pela jogada. Em seguida, o brasileiro deu um abraço tímido no companheiro de equipe.

Com o pífio desempenho do Bayern na etapa inicial, Ancelotti voltou do intervalo com Rudy e Coman nas vagas de Tolisso e James Rodríguez, mantendo o 4-3-3 adaptado ainda no primeiro tempo. O início dos últimos 45 minutos parecia que seria melhor para os bávaros, e Thiago Silva teve que salvar cabeçada de Javi Martínez em cima da linha.

Pouco tempo depois, porém, o PSG retomou o domínio de jogo e criou duas oportunidades desperdiçadas por Neymar. Com 17 jogados, entretanto, o brasileiro mostrou faro de artilheiro e deixou sua marca. Mbappé fez uma jogada espetacular, passou no meio de dois adversários e bateu cruzado na saída de Ulreich. O camisa 10 pegou a sobra e só empurrou para as redes. Na celebração, a dupla sul-americana mostrou mais interação, terminando o confronto de mãos dadas ao celebrar a vitória.

Com o resultado, o Paris Saint-Germain manteve os 100% de aproveitamento e foi a 6 pontos, liderando a chave de forma isolada. Além disso, o placar também alivia a barra do técnico Unai Emery, que vinha sendo questionado nos últimos dias após a polêmica dos pênaltis entre Neymar e Cavani, ficando na corda bamba após a péssima atuação contra o Montpellier, pela última rodada da Ligue 1.

Para o Bayern, porém, a derrota serve para ligar o sinal de alerta. Vivendo fase muito ruim, em terceiro lugar na Bundesliga, o clube parece em crise técnica. Carlo Ancelotti sofre cada vez mais pressão em Munique e suas escolhas na escalação desta quarta-feira certamente pesarão ainda mais contra seu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: