Botafogo evita fazer cálculos para voltar à Libertadores

A vitória por 3 a 2 sobre o Coritiba, fora de casa, colocou o Botafogo no G6 do Campeonato Brasileiro, a zona de classificação para a Copa Libertadores. O retorno ao torneio continental é considerado fundamental para o próximo ano do Glorioso, principalmente no aspecto financeiro. Se a classificação puder ser direta para a fase de grupos, benefício do G4, melhor ainda. Porém, em General Severiano não é possível falar em metas de pontuação ou colocação final. A ordem é pensar jogo a jogo.

“Nós não podemos ficar fazendo projeções em uma competição longa e é marcada por resultados que poucos esperam muitas vezes, onde os visitantes têm grande desempenho e os anfitriões nem sempre conseguem se impor. O importante é que o Botafogo possa sempre pensar jogo a jogo, tentar vencer o próximo adversário e se concentrar em um desafio de cada vez. Se essa estratégia por bem executada, vamos atingir o nosso objetivo”, disse o volante Bruno Silva.

O atacante Rodrigo Pimpão pensa de maneira parecida.

“Ainda não sabemos como vai ser o posicionamento final e tem situações que serão definidas somente muito perto da última rodada. Portanto, não é possível fazer grandes projeções porque se fizermos dessa maneira podemos acabar nos complicando, criando expectativas desnecessárias ou até mesmo supervalorizando desafios. No meu entender é importante que o próximo compromisso seja sempre tratado como uma decisão”, disse o atacante.

Ao se referir em indefinições que só vão se concretizar na reta final da temporada, Pimpão se refere à possibilidade de o G6 virar G7, G8 ou até G9, dependendo dos campeões da Copa do Brasil, da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana.

ATIVAR ALERTAS

O próximo compromisso do Botafogo no Campeonato Brasileiro será no domingo, às 11h (de Brasília), contra o Vitória no Estádio Nilton Santos, pela 26ª rodada. Para este compromisso o técnico Jair Ventura perdeu o lateral-direito Arnaldo e o atacante Roger, que foram advertidos com o terceiro cartão amarelo contra o Coritiba e cumprem suspensão. Luis Ricardo ganha a vaga na lateral, enquanto que Rodrigo Pimpão, preservado no Paraná por conta de desgaste muscular, deve aparecer no comando do ataque. Brenner pode ser outra possibilidade, com Gilson deixando o time. O elenco treina nesta terça-feira à tarde, após uma segunda-feira de folga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: