Times acertam a trave, Ceballos marca dois e Real vence Alavés

O Real Madrid iniciou sua partida, na manhã deste sábado, na oitava colocação do Campeonato Espanhol. Atual campeão, o clube merengue precisava da vitória contra o Alavés para mostrar que tem como objetivo brigar novamente pelo título. Jogando fora de casa, o Real venceu por 2 a 1, mas não apresentou um bom futebol. Dani Ceballos foi o responsável pelos gols.

O Real entrou em campo desfalcado. Marcelo, Kroos e Benzema, lesionados, e Bale e Modric, poupados, não estiveram em campo. Principal estrela do time, Cristiano Ronaldo se esforçou, mas acabou parando na trave e passou em branco. Já o Alavés, por sua vez, acertou o poste duas vezes nos últimos minutos de jogo.

Com o resultado, o Real chegou à 11 pontos e assumiu a quarta colocação do Espanhol. Já o Alavés, que não havia marcado nenhum gol no Espanhol antes deste sábado, segue na penúltima posição. O Real volta a campo na próxima terça, quando enfrenta o Borussia Dortmund, fora de casa, pela Liga dos Campeões.

Ceballos brilha no ataque – O Alavés tinha claro objetivo em campo: atacar o Real. Aos quatro minutos, o clube mandante mostrou que poderia incomodar o rival. Munir recebeu em impedimento e bateu cruzado, chutando perto da trave, mas o juiz marcou posição irregular.

Quando o Alavés crescia e começava a achar mais alternativas para ameaçar o Real, os visitantes abriram o placar. Cristiano Ronaldo iniciou a jogada e tocou para Asensio, que foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para Dani Ceballos. O meia trombou com o marcador e chutou rasteiro no canto direito, sem chances para o goleiro adversário: 1 a 0 – 33º jogo do Real marcando gols como visitante, a melhor marca da história do torneio.

Com o gol sofrido, o Alavés caiu muito de produção e não voltou a incomodar o goleiro Keylor Návas, finalista do prêmio de melhor goleiro do mundo da Fifa. Enquanto isso, o Real Madrid avançou com seus jogadores, deixando apenas Varane e Sergio Ramos atrás do meio-campo. E os merengues quase ampliaram, com Nacho Fernandéz cabeceando para fora.

ATIVAR ALERTAS

O final do primeiro tempo foi ainda mais movimentado e emocionante. Em jogada de velocidade, Burgui lançou para Munir, que cruzou na medida para Manu García, livre, testar para o fundo das redes. Com o gol, a torcida do Alavés passou a se animar. No entanto, o sentimento durou pouco. Logo no ataque seguinte, Dani Ceballos voltou a deixar o Real na frente. A zaga do clube mandante dobrou a marcação em CR7 e deixou Ceballos livre, que aproveitou bola espirrada e chutou com o gol livre.

Trave é protagonista – O segundo tempo se apresentou ainda mais aberto, e com Real e Alavés buscando o gol. O primeiro lance que fez com que os torcedores levantassem de suas cadeiras foi protagonizado por Cristiano Ronaldo. Quatro vezes eleito o melhor do mundo e novamente finalista ao prêmio nesta temporada, o atacante português deu lindo elástico, jogou a bola para o pé esquerdo e bateu firme, mas viu a bola explodir na trave direita do Alavés.

Com o jogo totalmente indefinido, o time da casa também ficou perto de marcar. Pedraza pegou rebote de Casemiro, e chutou no travessão. A 15 minutos do fim, o Real Madrid perdeu uma das oportunidades mais claras de gol no segundo tempo. Isco recebeu lançamento forte, se esforçou para pegar a bola, e cruzou para a área. Após a zaga afastar, Sergio Ramos, com o gol livre, bateu muito alto e isolou.

A última vez que o Alavés chegou com perigo, a trave voltou a ser protagonista. Varane perdeu na corrida para Pedraza, que ficou cara a cara com Navás e bateu rasteiro, acertando a trave.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: