Ramon critica arbitragem e isenta Jô por gol irregular

O gol irregular que determinou a derrota para o Corinthians ainda é assunto em São Januário. Nesta terça-feira, o lateral esquerdo Ramon falou sobre o assunto, mas preferiu isentar o atacante Jô pelo fato de não ter acusado o toque na mão.

“Não vim aqui para executar o Jô. Quem sou eu para julgar alguém? Mas eu estava perto e vi toda a jogada. O Jô não tem que chegar e falar que não foi gol. Imagina se faço isso aqui em São Januário. Responsabilidade é do árbitro. Perguntei para o Jô se tocou na mão, e ele fez aquele movimento de que havia tocado no peito. Foi um lance muito rápido. Em seguida o Carille me perguntou se bateu na mão e eu disse que sim. Ele fez de cara de negativo, pois também estava em dúvida. Hoje, o futebol está muito igual, se decide por detalhes. Esse detalhe nos fez perder três pontos. É chato”, disse o atleta.

As principais críticas de Ramon se direcionaram ao auxiliar de arbitragem que estava na linha de fundo. O atleta cruzmaltino ainda afirmou acreditar que a introdução do árbitro de vídeo possa fazer com que esses erros diminuam.

“O vigia estava a um metro do lance. Falaram que ele tinha que ter visão raios-x para ver, mas era uma trave, não uma pilastra. São erros que acontecem, mas têm que ser revistos. O árbitro de vídeo vai entrar agora para que as coisas sejam mais justas”, declarou.

Mesmo com a derrota, Ramon fez questão de elogiar a atuação do Vasco na partida. Para o lateral esquerdo, o trabalho do técnico Zé Ricardo já vem surtindo efeito dentro de campo. No entanto, o jogador afirmou que o elenco ainda precisa de tempo para melhorar o desempenho.

“Tudo que é novo precisa de tempo de adaptação. Isso vai acontecer até entendermos o que o Zé quer. Passo a passo nós vamos crescendo. Estamos ajeitando lá atrás primeiro. Depois vamos ajeitar a parte ofensiva também para atacarmos com equilíbrio. Estamos mudando nosso jeito de jogar. Procuramos ter mais posse, para descansar com a bola no pé e fazer o adversário correr”, comentou.

ATIVAR ALERTAS

O Vasco volta a campo somente na segunda-feira, contra o Sport, na Ilha do Retiro. Ramon crê em um jogo complicado para os cruzmaltinos, mas destacou que o pensamento é sair de campo com a vitória para seguir na briga por uma vaga para a Libertadores.

“É muito difícil jogar lá em Recife. Temos que pegar o primeiro tempo contra o Corinthians como parâmetro e jogar assim os 90 minutos. Olhamos sempre para cima. Temos que ganhar de qualquer maneira contra o Sport”, falou.

Para esta partida, o técnico Zé Ricardo sabe que não poderá contar com o lateral direito Gilberto. O jogador realizou exame de imagem que constatou nova lesão na coxa esquerda. Como Gilberto atuou como volante contra o Corinthians, Escudero deverá ser seu substituto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: