Brasileiros e argentinos duelam por uma vaga na final da Libertadores

Quatro times seguem na luta pela glória eterna na Libertadores da América: River Plate x Palmeiras e Boca Juniors x Santos. Para chegar à final no Maracanã, no dia 23 de janeiro, argentinos e brasileiros iniciam a disputa das semifinais nesta terça (5).

River Plate x Palmeiras

De novo com a melhor campanha da competição, o Palmeiras decide o duelo em casa. Na noite desta terça, porém, o jogo no Estádio Libertadores da América, em Avellaneda, Buenos Aires, será determinante: marcar gols fora de casa é fundamental para o Palmeiras ter tranquilidade no jogo de volta.

Do outro lado está o sempre perigoso – e atual vice-campeão da Libertadores – River Plate. Os argentinos têm apenas uma derrota (3 x 0 contra a LDU na primeira rodada) e marcaram inacreditáveis 21 gols na fase de grupos (incluindo uma goleada de 8 x 0).

O River enfrentou dois clubes brasileiros nessa edição da Liberta: São Paulo e Athletico. Foram duas vitórias (sempre na Argentina) e dois empates. Segurar um empate fora e tentar resolver em casa, como diz a velha cartilha da Libertadores, pode ser uma boa estratégia para o time de Abel Ferreira.

Alejandro Diago, editor do OneFootball para Espanha e América Latina: “Infelizmente essa partida será jogada sem público, porque será maravilhosa. Um fator, inclusive, que pode fazer a diferença. Sem enrolar, sigo vendo o River capaz de sair dessa Libertadores como campeão. A semifinal, porém, não será fácil, contra o Palmeiras de Gabriel Veron, que em breve deve jogar na Europa. Aposto no River: 2 x 0.”

Marcos Monteiro, editor do OneFootball Brasil: “É com certeza o duelo mais difícil de Abel Ferreira à frente do Palmeiras. O time chega para o confronto num estado de desgaste extremo, com jogadores como Luiz Adriano, que não aguentam jogar os 90 minutos. O River recentemente passou por um surto de Covid-19 e ainda tem jogadores importantes em recuperação. Em uma temporada atípica para todos, o duelo se torna ainda mais imprevisível. Devido à sequência do trabalho de Gallardo e ao melhor momento físico do time, o River é favorito”.

CONMEBOL Libertadores

River Plate

River Plate

Palmeiras

Palmeiras


Boca Juniors x Santos

O outro finalista da Libertadores sai do confronto entre Boca Juniors e Santos. O time de Cuca pode ser considerado o azarão dessa fase. Longe das primeiras posições no Brasileirão e com um elenco limitado tecnicamente, o Alvinegro Praiano está onde ninguém imaginava que estaria. Ainda assim, o Santos pode surpreender, tal qual fez contra o copeiro Grêmio, o que os deixa numa posição de desafiadores contra o Boca.

Os argentinos estão eufóricos por uma possível final entre Boca e River, ainda mais na temporada de morte de Diego Maradona. Para isso o time xeneize tem de para Marinho & Cia. Com Tevez em seus últimos atos, o time de Buenos Aires entra em campo com somente um resultado em mente: vencer ou vencer.

Nahuel Miranda, editor do OneFootball para Espanha e América Latina: “A tarefa do Boca não é fácil. Enfrentando o rival, em teoria, mais fácil dessa fase e com a expectativa de se vingar do River na final, a falta de controle das emoções do time de Russo pode ser determinante no confronto. Nesse sentido, pode-se dizer que o Boca é seu principal adversário nesse jogo”.

Tay Cristófani, editor do OneFootball Brasil: “O Santos é a surpresa dessa semifinal. Ninguém esperava que pudessem chegar a essa altura da competição com um equipe tão jovem em uma temporada com tantos problemas financeiros. Seu desempenho contra o Grêmio, porém, mostra que deve fazer o Boca sofrer se quiser chegar à final”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: