Pelaipe admite surpresa com saída do Fla e desrespeito com aviso pelo RH

Paulo Pelaipe não teve o contrato renovado pelo Flamengo. O gerente de futebol foi pego de surpresa com a decisão da diretoria, após participar da gestão vitoriosa em 2019.

“O Marcos Braz conversou comigo para a gente renovar e deixamos para assinar na virada do ano, sem problemas. Hoje, quando cheguei ao clube, fui comunicado por uma funcionária do RH, que minha renovação não estava autorizada. Acho que o aviso assim foi um desrespeito”, afirmou, num rápido contato com o blog.

Pelaipe tinha a confiança de Marcos Braz, vice-presidente de futebol. No entanto, sua saída foi determinada pela briga política entre Braz e o vice-presidente de Relações Exteriores, Luiz Alberto Baptista, o Bap. Pelaipe fazia o “meio-campo” entre vestiário e direção. Ele já tinha trabalhado no Flamengo, na gestão de Eduardo Bandeira de Mello, em 2013, com a conquista da Copa do Brasil, naquela temporada.

“Só estou comentando o que aconteceu. Não darei entrevistas e vou divulgar uma nota oficial”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: