Cruzeiro convocará reunião com Adidas para discutir rescisão de contrato

O atual vice-presidente e CEO do Cruzeiro, Vittorio Medioli, disse que convocará a marca esportiva alemã Adidas para discutir a rescisão do contrato. “Fazer um contrato em que a Adidas ganha dinheiro e o Cruzeiro segura a brocha não dá”, disse, após reunião de mais de quatro horas do Núcleo Dirigente Transitório na sede do clube.

O contrato com a nova fornecedora esportiva tem validade por três anos, sendo válido a partir de 2020. A empresa, inclusive, divulgou imagens do novo uniforme do Cruzeiro.

Mas o acordo não seria vantajoso para o clube, na avaliação da nova diretoria. “Vou chamá-los para fazer uma rescisão consensual ou não consensual”, afirma o vice-presidente.

Na avaliação de Medioli, o Cruzeiro deve planejar a fabricação dos próprios uniformes. “Hoje tem que partir para uma marca própria. O que vale não é a marca Adidas, o que vale é a marca Cruzeiro para a nossa torcida. Se tem Adidas, Umbro, Nike ou zero à esquerda, para eles dá na mesma”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: