Cruzeiro tem atuação pífia, perde e se complica na luta contra a queda

Frustração. Desilusão. Raiva. Tristeza. Inconformismo.  Revolta. Frustrante. Desiludido. Nervoso. Triste. Pífio. Revoltante.

A mistura de sentimentos da torcida celeste após mais uma atuação patética do Cruzeiro.

Na noite desta quinta-feira (28), o Cruzeiro entrou em campo para mais um dos seus “jogos do ano”, especialmente na difícil reta final de luta contra o rebaixamento na Série A do Campeonato Brasileiro. O adversário, o CSA, tinha sido derrotado nas cinco partidas anteriores, tendo sua última vitória até então no longínquo 30 de outubro, por 2 a 1 sobre o Corinthians.

No entanto, em um jogo no qual precisava de gols, o time de Abel Braga acertou o alvo adversário apenas uma vez durante todo o primeiro tempo, e para fácil defesa de Jordi. A exibição foi ridícula.

Na etapa final, o desempenho foi menos pior, com seis finalizações acertando a meta rival e o goleiro fazendo boas defesas. Ainda assim, a equipe estrelada desperdiçou um pênalti, assinalado após consulta ao VAR. Thiago Neves, vaiado quando a escalação foi anunciada, aplaudido ao entrar em campo após a torcida gritar seu nome e muito apoiado antes de cobrar a penalidade, bateu para fora e foi extremamente criticado depois do erro, ouvindo a China Azul gritar: “Thiago Neves, vai se ***, o Cruzeiro não precisa de você”.

CLIMA DE TENSÃO: Após pênalti perdido por Thiago Neves, torcida joga sinalizadores no gramado. Clique e confira

Na teoria, o CSA era o rival mais fácil nas últimas jornadas. Afinal, a Raposa terá Vasco, Grêmio e Palmeiras na sequência para fechar o torneio, sendo os dois primeiros fora de casa e o último no Mineirão. No entanto, não adiantou, nada. O time celeste aumentou seu drama nesta noite sofrendo um revés por 1 a 0 em pleno Mineirão, pela 35ª rodada.

A derrota mantém o Cruzeiro na zona de rebaixamento, no 17º lugar, com 36 pontos, um atrás do Ceará, primeiro time fora do Z-4. O Vasco é o próximo adversário no dramático roteiro celeste com o pesadelo da luta contra a inédita queda para a Série B. O duelo será em São Januário, nesta segunda-feira (2), às 20h (de Brasília), pela 36ª rodada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: