Fernando Diniz lamenta gol nos últimos segundos, mas minimiza má atuação do São Paulo

O técnico Fernando Diniz chegou para a entrevista coletiva, após o empate por 1 a 1 entre São Paulo e Ceará, no Castelão, com a cara de poucos amigos.

Afinal de contas, o time tricolor vencia até aos 49 minutos, quando sofreu o gol e logo em seguida o árbitro encerrou a partida. Para o treinador, levar um gol no último minuto é algo inadmissível.

“A gente não pode tomar gol faltando dez segundos. Tínhamos jogadores que passaram da bola sem necessidade e acabou custando a vitória”, disse o treinador, sem citar nomes.

“Temos que estar conscientes da partida que fizemos e que a insatisfação do torcedor é normal. Precisamos nos concentrar para fazer melhor”, completou.

NÃO FOI MAL

Apesar da crítica, o comandante são-paulino não achou que o time tenha feito uma partida ruim.

Ele destacou que mais uma vez o São Paulo conseguiu criar chances, mas faltou pontaria para sair com a vitória.

“A outra chance mais clara foi nossa e o Igor perdeu. Quando a gente conseguia romper a linha e ir com a bola dominada não íamos bem na transição. Conseguimos sair vencendo por 1 a 0, tivemos chances claras no segundo e não fizemos”, analisou.

COMO FICA?

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 54 pontos, na sexta colocação. O time estaria na zona de classificação para a Libertadores, mas o fato do Flamengo ter sido campeão da Libertadores faz com que o G-6 vire G-8.

Vale lembrar que o Athletico-PR aparece na quinta colocação, mas o clube paranaense já tem vaga por ter sido campeão da Copa do Brasil.

A equipe tricolor volta aos gramados na próxima quinta-feira para enfrentar o Vasco, às 20h30, no estádio do Morumbi, em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: