Atenção com o Z-4! Resultados do Galo comprovam “devaneio” em discurso

Atlético-MG, depois de um bom início de Campeonato Brasileiro, conseguiu a façanha de chegar ás últimas rodadas brigando contra o rebaixamento. Neste final de semana, teve a chance de, em casa, praticamente deixar esse risco de lado enfrentando um desfalcado Athletico-PR. Mais uma vez, vacilou. É por isso que, neste momento, não se pode dizer que o Galo não está ameaçado.

O time, dentro de campo, não consegue se ajudar. Com 41 pontos, seis à frente do Fluminense, primeiro clube dentro do Z-4, poderá ver essa diferença diminuir para cinco na noite desta segunda-feira. Basta o Tricolor empatar com o CSA, em Maceió, para ultrapassar o ​Cruzeiro, que está com 36.

Se não bastasse isso, a tabela dos mineiros até o dia 8 de dezembro não é nada aprazível. Nesta quarta-feira, a equipe pega o Bahia, fora de casa, e no domingo, recebe o Corinthians. Enquanto os nordestinos ainda sonham com uma recuperação para chegar à Libertadores, o Timão precisa defender seu posto no, agora, G-8. Depois os adversários serão Botafogo (em Belo Horizonte), e Internacional (no Beira-Rio). Os cariocas não estão livres do descenso, e os gaúchos podem precisar de pontos para ir à principal competição do continente.

Só que, na minha opinião, o que mais preocupa é pensamento vigente na Cidade do Galo. Não faz muito que o técnico Vagner Mancini falava, publicamente, sobre as chances do Atlético-MG ir para a Libertadores. Sim, Libertadores. Algo totalmente desconexo da realidade. E quando as palavras oficiais se mostram quase que um devaneio, é preciso abrir o olho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: