Veja a provável escalação do Flamengo para a final da Libertadores

Hoje, as atenções do futebol sul-americano e também de outros continentes estarão voltados para Lima, no Peru. Isso porque no Estádio Monumental, Flamengo e River Plate vão se enfrentar pela final da Copa Libertadores, em jogo marcado para começar às 17h, pelo horário de Brasília.

Após grandes jogos durante toda a competição, as equipes chegam à final para consagrar uma campanha que será histórica tanto se os brasileiros forem campeões quanto se o título ficar com os argentinos.

Pelo lado do Flamengo, o técnico Jorge Jesus deverá ter força máxima para a partida. O comandante não tem problemas de lesões ou suspensões de seus jogadores, e poderá escalar o melhor time possível para a final.

No treino da última quinta-feira, Jesus testou Diego, mas a presença do meia no time titular é improvável. Como de costume, o técnico português treina seu time para diversas situações de jogo, como para caso o time esteja vencendo, empatando ou perdendo o jogo.

O provável time titular do Fla para o jogo tem: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro, Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.

Já há algum tempo, o jogo não sai da cabeça de torcedores, dirigentes e até mesmo de jogadores do Flamengo. Diego Alves, peça fundamental na temporada para o time carioca, acredita que não há favoritismo para a grande decisão:

“Aconteça o que acontecer no jogo, cada um vai tirar suas conclusões pelo resultado. Nessa prévia, digo que vai ser 50/50. O River, como atual campeão, chega com moral elevada, ganhou do seu rival máximo na Argentina. E nós também fizemos por merecer para chegar nessa final.”

O campeão da Libertadores garantirá uma vaga no Mundial de Clubes, que será disputado em dezembro, além de uma vaga na próxima Copa Libertadores e também da disputa da Recopa Sul-Americana.

Campeão em 1981, o Rubro-Negro busca quebrar um jejum do título da principal competição de clubes da América do Sul que dura quase quatro décadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: