Árbitro relata xingamento de dirigente do Flamengo e objeto arremessado em campo em súmula

O Clássico dos Milhões da última quarta-feira (13) entrou para a história de Flamengo e Vasco após os rivais empatarem em 4 a 4 no Maracanã. O Rubro-Negro, entretanto, pode sofrer com reflexos do tumulto que aconteceu após o apito final. Na súmula do duelo, o árbitro Wilton Pereira de Sampaio relatou que foi agredido verbalmente por Paulo Pelaipe, gerente de futebol do clube da Gávea.

“Enquanto a equipe de arbitragem se dirigia ao vestiário, após o término da partida, o senhor Paulo Pelaipe, gerente de futebol da equipe do C.R. Flamengo, que se encontrava no túnel de acesso, proferiu as seguintes palavras: ‘Wilton, seu safado, pega esse escudo da Fifa e enfia no seu c*’”, escreveu o árbitro.

Além do incidente após a partida, Wilton Pereira de Sampaio também apontou outro fato que pode render dor de cabeça ao Flamengo. Segundo relatado na súmula, foram arremessados objetos em direção a jogadores do Vasco no primeiro tempo, durante a cobrança de um escanteio.

Veja abaixo o que foi relatado por Wilton Pereira de Sampaio

Aos 16 minutos do primeiro tempo, enquanto um atleta da equipe do C.R. Vasco da Gama se preparava para a cobrança de um tiro de canto, foi arremessado um copo descartável contendo líquido no gramado, próximo à bandeira de canto. Informo que o copo foi arremessado do local onde se encontrava a torcida do C.R. Flamengo.

Aos 45 + 3 minutos do segundo tempo, após o gol de empate da equipe do C.R. Vasco da Gama, torcedores do C.R. Flamengo que se encontravam atrás do banco de reservas da equipe do C.R. Vasco da Gama atiraram copos com líquido nos atletas vascaínos. Ressalto que este fato me foi informado pelo 4º árbitro.

Após o término da partida, enquanto a equipe de arbitragem se encontrava no centro do campo, houve um tumulto generalizado com discussões, envolvendo atletas, membros da comissão técnica de ambas as equipes e pessoas não identificadas, sendo logo contornado pelos próprios envolvidos. Informo ainda que, no túnel de acesso aos vestiários, a equipe de arbitragem presenciou discussões entre atletas e membros das comissões técnicas de ambas as equipes, sendo contidas pelo policiamento e pelos próprios envolvidos.

Enquanto a equipe de arbitragem se dirigia ao vestiário, após o término da partida, o senhor Paulo Pelaipe, gerente de futebol da equipe do C.R.Flamengo, que se encontrava no túnel de acesso proferiu as seguintes palavras: “Wilton, seu safado, pega esse escudo da Fifa e enfia no seu c*.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: