Santos mantém embalo, fica perto da Libertadores e afunda o Avaí no Brasileiro

O Santos sofreu, mas venceu o lanterna Avaí por 2 a 1 nesta quarta-feira, na Ressacada, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Eduardo Sasha e Marinho. João Paulo descontou para o Léo.

O Peixe começou bem a partida, abriu 2 a 0 com certa facilidade e “sentou” na vantagem. O Avaí cresceu, diminuiu ainda no primeiro tempo e pressionou depois da expulsão de Gustavo Henrique, aos 17 minutos na etapa final. No fim, Léo foi expulso e deixou ambas as equipes com 10.
O Santos segue na terceira colocação, agora com 61 pontos, perto da vaga direta na Libertadores da América em 2020. O Avaí segue na última colocação, com 17.
O Peixe volta a campo para enfrentar o Goiás no sábado, em Goiânia. O Avaí visitará o Botafogo na segunda-feira, no Rio de Janeiro.
O JOGO
O Santos controlou o jogo desde o primeiro minuto e aproveitou bem as chances para abrir 2 a 0 diante do Avaí no placar do Estádio Ressacada.
Aos 8 minutos, em escanteio ensaiado, Carlos Sánchez bateu rasteiro, Felipe Jonatan fez o corta-luz e Marinho bateu fraco. Eduardo Sasha aproveitou a sobre para vencer Lucas Frigeri.
No minuto 23, Marinho recebeu pela direita e, na sua tradicional jogada, cortou para a esquerda, driblou e bateu bonito de fora da área. Gol semelhante ao da vitória sobre o Botafogo.
O gol, porém, “fez mal” ao Peixe. Os visitantes recuaram e viram o Avaí crescer. Aos 34, João Paulo acertou um lindo chute de longe para diminuir. Cinco minutos depois, Jonathan teve chance de empatar e parou em Everson.
“Não está acontecendo nada. Depois de fazer os gols, não mantivemos a mesma intensidade. Temos que ouvir Sampaoli e voltar 110%”, disse Marinho, ao Premiere, antes de ir para o vestiário.
SEGUNDO TEMPO
O Santos seguiu mal nos 45 minutos finais, mas via o Avaí esbarrar na sua falta de criatividade. E no minuto 17, o jogo virou um drama para o Peixe. Diego Pituca errou e cedeu contra-ataque. Gustavo Henrique vacilou na marcação e teve de expulsar Jonathan, que só pararia no gol. Expulsão para o zagueiro do Alvinegro.
O Santos se fechou na defesa e o cenário mudou completamente para o Avaí. Aos 26, Vinicius cruzou rasteiro e Gegê, livre, furou na marca do pênalti. No minuto 38, Vinicius Araújo foi travado na hora H por Lucas Veríssimo na pequena área. Logo na sequência, Léo recebeu o segundo cartão amarelo e os dois times ficaram com 10.
Os visitantes “furaram a bola” nos minutos finais e garantiram mais três pontos. Terceira vitória consecutiva do Peixe no Brasileirão.
AVAI 1 x 2 SANTOS
AVAÍ
Lucas Frigeri, Eduardo Kunde, Betão e Zé Marcos (João Paulo); Léo, Luanderson (Gegê), Pedro Castro, Richard Franco, Julinho (Vinícius Araujo) e Igor Fernandes; Jonathan
Técnico: Evando Camillato
SANTOS
Everson, Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez (Derlis González) e Felipe Jonatan (Alison); Marinho, Soteldo (Luiz Felipe) e Eduardo Sasha
Técnico: Jorge Sampaoli
Data: 6 de novembro de 2019 (quarta-feira)
Local: Estádio Ressacada, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Público: 4820
Cartões amarelos: Luanderson, Léo, Richard Franco, Igor Fernandes e Gegê (AVA); Gustavo Henrique e Luiz Felipe (SAN)
Cartão vermelho: Léo (AVA); Gustavo Henrique (SAN)
GOLS: Eduardo Sasha, 8, Marinho, 23, e João Paulo, aos 34min do 1ºT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: