Filho de Pelé ganha cargo no Santos após deixar prisão por lavagem de dinheiro e tráfico de drogas

O Santos anunciou nessa sexta-feira (01) o apontamento de Edson Cholbi Nascimento, o Edinho, filho de Pelé para o cargo de coordenador técnico e de desenvolvimento das categorias de base do clube praiano. Edinho deixou a prisão há pouco mais de um mês após ser preso por lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

Edinho tentou seguir os passos do pai e jogar futebol profissionalmente, mas nunca conseguiu a estabilidade almejada na carreira. Ex-goleiro, o filho de Pelé já defendeu o Santos, a Portuguesa Santista, o São Caetano e Ponte Preta. Ele também já foi treinador de times como Mogi Mirim e o Água Santa.

Edinho foi preso pela primeira vez em 2005 por associação com tráfico de drogas. Em 2014 ele foi condenado a 33 anos de prisão mais uma vez pelo tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Em 2017, sua pena foi reduzida para 12 anos. Em junho de 2018, o ex-goleiro conseguiu aprovação para cumprir a pena em regime semiaberto. Agora, em setembro de 2019, foi anunciado que Edinho poderá cumprir a pena em liberdade.

As restrições nesse caso envolvem estar em casa no período das 20h até as 6h do dia seguinte, podendo trabalhar normalmente durante o resto do dia.

E foi com essa permissão que Edinho foi anunciado como novo funcionário do Santos. Hoje com 49 novos, o filho do Rei trabalhará ao lado do ex-jogador Renato, que ocupa o mesmo cargo cedido a Edinho. O foco dos dois é para o desenvolvimento de jogadores da base, mas também atuarão com ajuda no futebol profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: