Libertadores pode não ter mais o gol fora de casa como critério de desempate

Principal competição de clubes do continente, a Conmebol Libertadores passou por várias transformações nos últimos anos. De mudança de formato até final única, o torneio agora pode não ter mais o gol fora de casa como critério de desempate.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, deixou em aberto a possibilidade de mudança. Quem é a favor de acabar com o fator ‘gol fora de casa’ é Rogério Caboclo, presidente da Conmebol.

“Eu, pessoalmente, não gosto que o gol fora de casa seja um critério de classificação. Mas isso não tem que ser uma decisão minha, tem que ser uma decisão técnica. Eu perguntei a alguns treinadores, informalmente, e percebi que há uma divisão. O que nós podemos fazer é ouvir as pessoas que conhecem de futebol e tomar uma decisão técnica”, disse Domínguez, que ganhou o coro de Caboclo.

“Pelo que a gente percebe, há uma adesão grande nos países. Eu conversei com presidentes de clubes e é uma unanimidade. A gente não quer tirar a dinâmica do futebol. Acredito que isso vai ser alterado sim”, explicou o presidente da CBF.

Neste ano, o gol fora de casa segue como critério e pode ser fundamental. Enquanto o River Plate aplicou 2 a 0 no Boca Juniors, em casa, o Grêmio ficou no 1 a 1, em Porto Alegre, com o Flamengo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: