Ceará confirma saída de Enderson Moreira, que pediu demissão

A dança das cadeiras dos treinadores do futebol brasileiro ganhou mais um nome nesta terça-feira (1° de outubro). Dois dias após a derrota de virada por 2 a 1 para o Atlético-MG, pela 22ª rodada do Brasileirão, o Ceará comunicou que Enderson Moreira não é mais técnico do clube, após pedir demissão.

Junto com o treinador, também saem os preparadores Edy Carlos e Ailton Serafim e ainda o auxiliar técnico Luís Fernando Flores. Sob o comando do Vozão, Enderson teve 22 partidas, com seis vitórias, cinco empates e 11 derrotas, tendo aproveitamento de 34,8%.

Com a derrota para o Galo, Enderson chegou à sua décima partida consecutiva sem vitória na competição por pontos corridos, o também deixou em cheque o seu trabalho no Ceará, que ocupa a 15ª posição do Brasileiro, com 22 pontos, apenas três na frente do Cruzeiro, que abre o Z-4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: