Técnico do PSG sobre Neymar: ‘Não queria estar aqui, fez tudo o que podia para deixar o clube’

A negociação frustrada entre Paris Saint-Germain e Barcelona pela transferência de Neymar ainda segue rendendo polêmicas no clube francês. Em entrevista concedida à plataforma de streaming DAZN, Thomas Tuchel, técnico da equipe parisiense, disse que entende os protestos dos torcedores franceses contra o brasileiro, manifestados no Estádio Parque dos Príncipes no último domingo, quando o atacante marcou o gol da vitória do PSG diante do Strasbourg, pelo Campeonato Francês.

“Ele não queria estar aqui. Tentou tudo o que estava ao seu alcance para sair. Isso não o ajuda a ser popular. Você pode sentir isso, e eu posso entender se a torcida ficar brava, mesmo que seja por muito tempo”, disse o treinador, apontando caminho para Neymar seguir. “Ele tem que suportar agora, essa é a realidade. Ele tem que superar, nós temos que superar um pouco nos jogos em casa. A melhor coisa é aceitar isso”, afirmou Tuchel.

Mesmo admitindo o desejo de Neymar em deixar o Paris Saint-Germain e voltar para o Barcelona, o treinador fez questão de destacar o profissionalismo do brasileiro com os compromissos dentro da equipe. Segundo Thomas Tuchel, a partir do momento em que o camisa 10 decidiu permanecer em Paris, não houve problemas para voltar a manda-lo a campo.

“Nunca houve nenhum problema. Por isso foi fácil para mim deixá-lo jogar. Neymar sempre treinou profissionalmente. Acho que a decisão foi um alívio para ele, mesmo que tenha sido contra seu desejo”, disse Tuchel, que elogiou a formo com o atacante tem se dedicado aos treinamentos. “Concentração e reflexão em uma tarefa são coisas automáticas. E como um atleta, você tem que dar o gás. Ele é um cara faminto e muito competitivo que quer sempre ganhar”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: