Santana sinaliza entrada de Di Santo e pensa em Bruninho contra o Colón

Depois da quinta derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro, desta vez para os reservas do Internacional, em casa, o Atlético fará mudanças para o duelo de ida das semifinais da Copa Sul-americana contra o Colón-ARG, nesta quinta-feira (19), às 21h30 (de Brasília), em Santa Fe, na Argentina.

Em entrevista coletiva, o técnico Rodrigo Santana mostrou que deve sacar Ricardo Oliveira do time titular e promover a entrada do argentino Franco Di Santo no ataque. Contra o Inter, o camisa 9 teve mais uma atuação ruim. Nos últimos 21 jogos, ele só marcou um gol. O hermano, por sua vez, novamente entrou bem, fazendo boa partida contra o Colorado.

“Há grandes possibilidades do Franco estar jogando na quinta-feira (no lugar de Ricardo Oliveira). Ele está apto a jogar 90 minutos e vamos dando confiança ao jogador aos poucos. Hoje ele teve um tempo bom em campo, brigou, mostrou presença de área, jogou bem e também já entrou bem na última partida (contra o Botafogo), e isso nos dá confiança de colocar o jogador para sair jogando”, afirmou o treinador.

Caso realmente atue em Santa Fe, Di Santo fará seu primeiro jogo como profissional em seu país natal. Ele deixou a Argentina muito jovem e foi revelado pelo Audax Italiano-CHI. Depois se aventurou pelo futebol europeu, passando por equipes como Chelsea e Schalke 04.

Além da entrada do atacante argentino, Santana também pode surpreender e manter Bruninho no time titular. O jovem meia-atacante teve boa atuação contra o Inter, marcando inclusive o gol de honra do Galo.

“Nos dá muita confiança quando o atleta entra bem e faz gol. O Bruninho foi dos atletas que mais tentou fazer algo diferente. Ele foi pra cima, pra dentro e construiu jogadas. Ele mostrou muita personalidade. Infelizmente, a equipe em si não produziu muito na estreia dele como titular. Tenho certeza que se tivéssemos jogadores um pouco mais inspirados, ele teria uma produtividade ainda maior. Ele está de parabéns, se saiu muito bem. Existe a possibilidade de ser titular contra o Colón”, disse.

Contra os argentinos, o Atlético não terá Jair, lesionado. Rodrigo Santana pode optar por escalar Zé Welison em seu lugar e manter o padrão tático do time ou entrar com Bruninho e Cazares ao lado de Chará e Vina e ter apenas Elias como volante, atuando com uma equipe muito ofensiva fora de casa. Esse cenário, porém, parece improvável.

A quinta derrota seguida no Campeonato Brasileiro custou caro ao Galo, que se distanciou ainda mais do G-6 da Libertadores, viu o Inter abrir seis pontos de vantagem e foi ultrapassado pelo Grêmio, caindo para o nono lugar.

O Atlético viaja ainda mais pressionado e da forma que não queria para a Argentina, onde enfrentará o Colón-ARG, em Santa Fe, nesta quinta-feira (19), às 21h30 (de Brasília), pelo duelo de ida das semifinais da Copa Sul-americana. Pelo Brasileiro, o próximo compromisso é na segunda-feira (23), às 20h, contra o Avaí, na Ressacada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: