Plano de Ceni era afastar Thiago Neves, mas a diretoria não comprou a ideia”, diz Bueno

A fase do Cruzeiro não é nada boa na temporada. O clube ocupa apenas a 16ª posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, a três pontos da zona de rebaixamento. Somado a má fase, o desgaste interno após a eliminação da Copa do Brasil, quando Thiago Neves veio a público dizer que não entendia as mudanças do técnico Rogério Ceni no jogo decisivo.

A informação que a ideia do treinador da Raposa era afastar o meia após as declarações. No entanto, a diretoria do clube mineiro não gostou muito da ideia.

“E chegou na hora H e o Rogério Ceni barrou o Edilson. Barrou não, fez outra opção. Edilson estava há muito tempo sem jogar, sem ritmo e ele achou que não deveria jogar. Isso incomodou alguns caras, especialmente ao Thiago Neves que veio a público reclamar. Publicamente deu ‘um chute na canela do Rogério Ceni’, que hierarquicamente é superior a ele. E a informação é que a ideia do Ceni era afastar o Thiago Neves”, afirmou.

“Criou-se esse embate público entre Rogério Ceni e Thiago Neves e o plano, a vontade do técnico era afastar. A diretoria do Cruzeiro não comprou muito essa ideia, deu respaldo ao Rogério mas não aprovava muito afastamento. O que estamos vendo agora é um ligeiro afastamento. Thiago Neves continua treinando, está no grupo, mas toma um ‘chazinho de cadeira’”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: