Galo e Cruzeiro apoiam campanha contra gritos homofóbicos no estádio

Atlético e Cruzeiro resolveram se manifestar a respeito especificamente da homofobia. Curiosamente, os clubes mineiros só aderiram à causa após o STJD indicar que o clube da torcida que cantar gritos homofóbicos durante os jogos perderá pontos.

Nesta sexta-feira (30), a dupla Galo e Raposa, além de vários outros clubes, postaram em suas redes sociais um comunicado que pede à própria torcida que não pratique ato homofóbico. Além disso, todas as imagens postadas conta com a frase “Homofobia é crime’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: