Vice do Flu garante Diniz, mas faz ressalva: ‘Pode jogar lindamente, mas fica difícil sem resultado’

O Fluminense vive um período de instabilidade na temporada. Nas quartas de final da Conmebol Sul-Americana, o Tricolor das Laranjeiras acumula maus resultados no Campeonato Brasileiro e se aproxima da zona de rebaixamento. Em coletiva nesta terça-feira (13 de agosto), Celso Barros, vice-presidente do clube, garantiu a permanência de Fernando Diniz, mas ressaltou que também é preciso ganhar.

“Não conversamos com nenhum técnico. Surgiu que a gente falou com Mano, Dorival e Abel. Isso não procede. Ninguém vai dizer aqui que o Diniz está prestigiado. Isso é termo do passado. É o técnico e está sendo cobrado, assim como a gente é pela torcida. Os resultados são importantes. Não tem jeito. É assim. Se pode jogar lindamente, mas fica difícil sem resultado”, disse o cartola

“Já falamos sobre o jogo, sobre o estilo. Ele falou algo importante: no momento que não acreditar, cabe encerrar o ciclo. Como foi com o Abad e o torcedor. Ele é o técnico e vai continuar o trabalho. Eu fui criticado quando na eleição eu fiz uma ponderação por estar a um ponto do Z-4. Eu disse que estava preocupado. Me questionaram se eu não daria tempo ao Diniz. É claro que ele tem tempo. Está aí desde o começo do ano”.

O mandatário ainda reiterou o mau desempenho do time carioca durante a nova gestão do clube e pede uma reação para que a equipe não seja rebaixada no Campeonato Brasileiro. “Desde que assumimos, só fizemos seis pontos. Isso tem de mudar. É pontuação de time que será rebaixado. Não acho que temos elenco para estar nessa situação. É preocupante. Fizemos questão de falar e acreditamos em todo grupo que vamos sair disso juntos. Eu não vou condicionar a esses dois jogos. O fato é que em 14 jogos o resultado é ruim. É importantíssimo vencer os dois jogos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: