Pia chega à Seleção e diz buscar mudanças que façam diferença

A treinadora sueca Pia Sundhage foi apresentada nesta terça-feira como nova comandante da Seleção Brasileira feminina. Em evento no Rio de Janeiro, ela deu detalhes do trabalho e das mudanças que pretende fazer.

“A Seleção Brasileira precisa mudar. Mas não pode ser radical, porque faria a equipe perder a confiança. O Brasil foi bem na Copa do Mundo, mas não pode também ser uma mudança pequena. Tenho de conhecer a equipe e fazer a mudança que faça a diferença. Preciso fortalecer os pontos fortes”, disse a treinadora.

Pia ainda falou em fazer ajustes na equipe e prometeu trazer a “organização sueca” e buscar a “mentalidade americana” para o Brasil.

A treinadora bicampeã olímpica garantiu que vai aprender português rápido e admitiu que “quase chorou” ao conhecer as instalações da Seleção Brasileira no Rio de Janeiro.

“Vi os garotos treinando, os técnicos os orientando… vocês tem algo mágico lá (na Granja Comary). Foi incrível”, disse a nova treinadora do Brasil. Depois, Pia ainda revelou que sempre foi muito fã de Pelé.

A nova treinadora assinou um contrato de dois anos, prorrogáveis por mais dois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: