Diego passa por cirurgia e ficará fora dos gramados por quatro meses

A derrota do Flamengo para o Emelec na última quarta-feira (24 de julho) por 2 a 0 em Guayaquil pelo primeiro confronto das oitavas de final da Conmebol Libertadores custou não somente dentro de campo. O meia Diego sofreu uma entrada dura, lesionou o ligamento do tornozelo e ficará afastado dos gramados entre quatro e cinco meses.

Nesta quinta-feira (25), o atleta do Rubro-Negro passou por cirurgia no local e reconstituiu o ligamento, fixando a fíbula. Em boletim médico, Dr. Márcio Tannure falou sobre a previsão do retorno aos gramados do meia.

“Cirurgia terminou agora. Lembrando a vocês, como tínhamos falado anteriormente, é uma cirurgia complexa, considerada grave, onde teve uma fratura de tornozelo. Lesão tanto do ligamento deltoide como da sindesmose. Foi realizada sutura do ligamento, fixação da fratura da fíbula. A previsão da alta dele é amanhã no fim do dia, se tudo tiver bem, ou sábado de manhã. A gente espera que amanhã à noite ele já consiga dormir em casa. Nos primeiros 15 dias ficará em casa, já que não pode colocar carga, ou seja, não pode pisar. A partir disso inicia a fisioterapia no CT, sendo que vamos ter um fisioterapeuta indo na casa dele, tratando ele lá. Como é uma lesão grave e complexa, o prazo de retorno é de no mínimo de quatro meses. Vamos fazer de tudo para acelerar ao máximo, mas é uma lesão que necessita de um prazo maior e a média é em torno de quatro a cinco meses para que ele possa voltar aos jogos”, disse o doutor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: