Guerrero marca no fim e Inter sai na frente do Nacional nas oitavas

O Internacional venceu nesta quarta-feira o Nacional, do Uruguai, por 1 a 0, no Estádio Parque Central, na primeira partida das oitavas de final da Libertadores. Mesmo que não tenha tido um bom desempenho, os vermelhos se mostraram mais eficientes na chance que tiveram. Paolo Guerrero foi autor do único tento, aos 44 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Internacional joga pelo empate para avançar na competição. Já o Nacional só irá seguir no torneio se derrotar os gaúchos por 2 a 1. Caso devolva o mesmo placar, a decisão da vaga será nas penalidades.

A partida de volta está marcada para o dia 31, quarta, às 19h15 (de Brasília), no Beira-Rio. Pelo Brasileiro, o Internacional recebe, no sábado, o Ceará, às 19 horas (de Brasília), no Estádio Beira-Rio.

O Jogo – Os visitantes começaram tomando a iniciativa, enquanto os donos da casa se resguardaram na defesa. A última partida de D´Alessandro fora de casa tinha sido diante do Veranópolis no início do Campeonato Gaúcho deste ano.

A primeira chegada perigosa do Inter ocorreu aos oito minutos: Patrick dominou no lado esquerdo da meia-lua e bateu cruzado. A finalização assustou a meta de Rochet. Mesmo tendo mais posse de bola, o Colorado tinha dificuldade para infiltrar na área dos uruguaios. Aos 19, D´Ale levantou na área, e a zaga tirou. Nico pegou o rebote dentro da área e bateu. Corujo salvou em cima da linha evitando o primeiro gol dos gaúchos.

Num levantamento para a área da defesa vermelha, aos 23, Uendel cortou parcialmente. No rebote, Rafael Garcia bateu cruzado e a bola triscou na trave. Três minutos depois, Moledo cortou mal e sobrou para Zunino que bateu rasteiro. Lomba tirou com pé para escanteio. O Nacional após os 20 minutos cresceu de rendimento e assustou os comandados de Odair Hellmann. Aos 28, Bergesio recebeu por baixo, fugiu da marcação de Cuesta e tocou por cobertura de Lomba. A bola passou na frente do gol e saiu pela linha de fundo.

Na etapa inicial o Internacional teve mais intensidade nos primeiros 20 minutos, porém na sequência o Nacional cresceu e acabou levando sustos a meta de Lomba. Discreto, D´Alessandro não conseguiu reproduzir os seus melhores momentos quando joga no Beira-Rio. Edenílson e Patrick foram os destaques do meio-campo vermelho. Por sua vez, o experiente Bergessio se movimentou bastante e deu bastante trabalho aos defensores do Inter.

Decidido a abrir o placar, o Nacional voltou ao segundo tempo indo para cima do Internacional. A dupla de ataque Nico López e Paolo Guerrero estava apagada na partida. Muito truncado o jogo e de várias faltas o que dificultou as ações ofensivas de ambos os times.

Para aumentar a força de ataque do Inter, Rafael Sóbis entrou aos 16 minutos na vaga de Nico López, que seguiu sem fazer gols desde abril. Aos 22, Bruno carregou sozinho e arriscou de longe. Rochet espalmou para escanteio.

Na tentativa de vencer o jogo, os donos da casa fizeram muitos cruzamentos na área do Internacional. Moledo e Cuesta tiveram uma atuação implacável ganhando todas as bolas pelo alto. Do meio para frente o Colorado tinha muita dificuldade no setor de criação. Aos 33, Sobis dominou, girou e bateu de longe. A bola assustou o goleiro Rochet.

Tecnicamente foi uma partida que deixou bastante a desejar principalmente na reta final. Apesar do esforço, os uruguaios não conseguiram nenhuma chance clara de gol. Não conseguindo entrar no sistema defensivo, o Internacional arriscou chutes de longa a distância. Sem ter tido uma atuação brilhante, a estrela do peruano brilhou.

Aos 44, Wellington Silva carregou da esquerda para a direita e achou Paolo Guerrero na área. Ele dominou e bateu rasteiro sem chance para Rochet. Os mandantes até tentaram, mas não tiveram forças para reagir, e os vermelhos obtiveram importante triunfo.

Ficha Técnica

Nacional-URU 0 X 1 Internacional

Local: Estádio Parque Central, no Uruguai-URU

Data: 24 de julho (Quarta-feira)

Horário: 19h15 (horário de Brasília)

Árbitro: Nestor Pitana (ARG)

Assistentes: Gabriel Chade (ARG) e Julio Fernandez (ARG).

VAR: Gery Vargas (BOL).

Cartão amarelo: Gabriel Neves, Lorenzetti (Nacional-URU), Edenílson, Uendel, Guerrero (Internacional)

Gol: Paolo Guerrero(Internacional), aos 44 minutos do segundo tempo.

Nacional-URU: Rochet; Rafael Garcia (Carballo), Corujo, Felipe Carvalho, Cotugno (Chory Castro), Gabriel Neves, Lorenzetti (Barrientos), Zunino e Viña, Kevin Ramírez e Bergessio.

Técnico: Álvaro Gutierrez

Internacional: Marcelo Lomba, Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel, Rodrigo Lindoso (Nonato), Edenílson, D´Alessandro (Wellington Silva) e Patrick, Nico López (Rafael Sobis) e Paolo Guerrero.

Técnico: Odair Hellmann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: