A mensagem de Rapinoe para Donald Trump: “você está excluindo pessoas”

A importância de Megan Rapinoe para o futebol como um todo vai muito além das quatro linhas. Mais do que seus cinco gols e três assistências na Copa do Mundo feminina que ajudaram os Estados Unidos a se sagrarem tetracampeões do Mundial, Rapinoe é uma voz constante contra as desigualdades de gênero e a opressão contra negros. Ela não poupou palavras ao desafiar Trump durante a competição e continua a fazer após o término do certame.

“Sua mensagem está excluindo as pessoas. Você está me excluindo, você está excluindo pessoas que se parecem comigo, você está excluindo pessoas negras, você está excluindo estadunidenses que talvez te apoiem”, disparou Rapinoe em entrevista à CNN.

Rapinoe atacou o slogan presidencial de Donald Trump que diz “Façam a América [Estados Unidos] grande de novo”. Tal frase que encontra ecos e simpatia de diversos políticos ao redor do mundo, incluindo o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, é vista como excludente por Megan Rapinoe.

“Você está querendo voltar a uma época que não foi ótima para todos. Pode ter sido para algumas pessoas, e talvez os Estados Unidos sejam ótimos para algumas pessoas agora, mas não é bom o suficiente para vários americanos no mundo”, continuou Rapinoe, que completou falando que Trump tem “uma incrível responsabilidade como chefe de Estado de tomar conta de todas as pessoas”.

Rapinoe disse recentemente que não iria à “porra da Casa Branca” e viu o presidente responder via Twitter. As mulheres do time dos Estados Unidos voltaram para casa e foram recebidas com festa no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: