Quem é Pia Sundhage, técnica sueca que pode substituir Vadão na seleção feminina

De acordo com o GloboEsporte.com a CBF fez uma sondagem à treinadora sueca Pia Sundhage para substituir Vadão na seleção brasileira feminina. A treinadora de 59 anos conquistou sete títulos com a seleção dos Estados Unidos, incluindo duas Olimpíadas.

É bem possível que Vadão deixe o comando da seleção feminina de futebol, da mesma forma Marco Aurélio Cunha, diretor da seleção, também deve ser substituído. A palavra de ordem na CBF é que seja uma mulher a ocupar pelo menos o posto de treinadora da seleção.

O contato com a consagrada técnica foi feito logo após a eliminação do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo para a França. Sundhage se mostrou otimista e interessada com a possibilidade de treinar o Brasil. Nenhuma proposta ainda foi oficializada para a sueca e só deve ocorrer depois de mais alguns pontos e conversas a serem feitas.

Existe a possibilidade de Pia não aceitar a proposta, ainda assim a prioridade da CBF é contratar uma mulher para o cargo. Depois da experiência de Emily Lima, o Brasil finalmente deve ter outra mulher a frente do grupo.

O trabalho de Sundhage é visto como uma grande referência no mundo do futebol feminino. Além dos dois ouros olímpicos, ela estava no comando da seleção sueca na Rio 2016. A Suécia perdeu na primeira fase para o Brasil por 5 a 1, mas se recuperou e bateu a seleção brasileira na semifinal nos pênaltis e enfrentou a Alemanha na grande final.

Hoje em dia ela é técnica da seleção sub-16 da Suécia e tem contrato até o final do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: