Guerrero entra para história da Copa América em reencontro com o Maracanã

Quase um ano depois, Paolo Guerrero voltou ao Maracanã, e, diante de um público total de 26.346 torcedores, em sua maioria peruanos, se sentiu em casa e correspondeu às expectativas entrano para a história da artilharia da Copa América. O camisa 9 empatou o jogo, que acabou vencido pelo Peru, de virada, por 3 a 1 sobre a Bolívia, na noite desta terça-feira (18), em partida válida pela segunda rodada do grupo A.

O capítulo faz parte do momento “volta por cima” de Guerrero, após cumprir suspensão por doping. O atacante não marcava gols no Maracanã desde o dia 7 de maio de 2017, quando foi um dos protagonistas da conquista do Campeonato Carioca pelo Flamengo.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

De lá para cá, Guerrero voltou a participar de outros cinco jogos no estádio, mas passou em branco. Foi a primeira vez que o atacante, atualmente no Internacional, participou de uma partida no Maracanã, já que o Colorado ainda não veio enfrentou rivais no “palco do futebol”.

Guerrero, que é o maior goleador da história da seleção do Peru, alcançou a ainda a marca de se tornar, ao lado de Vargas, do Chile, o maior artilheiro em atividade na Copa América, com 12 gols.

Curiosamente, o próximo palco em que Guerrero irá jogar nesta Copa América, é bem conhecido para o atacante: a Arena Corinthians e, desta vez, o adversário será o Brasil. Será que o camisa 9 vai brilhar de novo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: