Podendo ser campeão ‘por um jogo’, Oswaldo agradece trabalho de antecessores no Atlético

O Atlético deixou a desejar nas competições que mais almejava na temporada – Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Neste último, o Galo ainda tenta recuperação para fechar o ano dentro do G-6. Em busca de ânimo para essa missão e também pavimentar o início de trabalho de Oswaldo de Oliveira à frente do alvinegro, o clube mineiro pode levantar seu segundo troféu em 2017 (já foi campeão estadual).

Nesta quarta-feira, o Atlético enfrenta o Londrina, às 21h45, no Estádio do Café, em partida única da decisão da Primeira Liga. O caminho alvinegro na competição foi trilhado sob o comando dos antecessores de Oswaldo de Oliveira. O Galo disputou a primeira fase do torneio com Roger Machado como técnico e, já nas quartas e semifinal, Rogério Micale era o treinador atleticano.

“Eu agradeço muito ao Roger Machado, ao Rogério Micale e a todos aqui no Atlético por me darem essa oportunidade (de poder ser campeão). Tomara que eu consiga dar continuidade ao trabalho deles e que o Atlético possa vencer essa competição”, comentou Oswaldo, que pode levantar o primeiro troféu com o Galo já na sua segunda partida como técnico do clube – a primeira nesse torneio.

Como a final da Primeira Liga é disputada em partida única, cabe ao Atlético buscar a vitória no tempo normal – empate depois de 90 minutos leva a decisão para os pênaltis.

Força para Fred

Oswaldo chegou ao Galo reforçando a confiança de peças importantes no elenco e que vinham sob desconfiança na temporada atleticana. Robinho marcou os dois gols da vitória sobre o Atlético-PR. Agora, o treinador espera a volta por cima de Fred.

“Eu vejo a cobrança como uma coisa positiva. Quem cobra, é porque gosta e quer ver o melhor. Eu procurei não favorecer nada e, sim colocar em campo o que eu acho que é o melhor para o Atlético. O Fred, como muitos outros atacantes que eu trabalhei e conheci, passa por momentos que pinta aquela estiagem mesmo. Eles ficam um tempo sem fazer gols e depois voltam. O Fred, naturalmente, vai voltar”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: