Renato cita desfalques para explicar queda do Grêmio e valoriza vitória

O Grêmio conseguiu encerrar sequência de três derrotas com a vitória deste domingo sobre o Fluminense, por 1 a 0. O triunfo poderia até ter sido conquistado com mais folga, não fosse a grande atuação de Diego Cavalieri no gol dos cariocas. Após a partida, o técnico Renato Gaúcho comentou sobre a fase irregular de sua equipe.

“Muitas vezes, ouço falarem que o Grêmio não vem jogando o mesmo futebol de antes. Mas como é possível? A gente perde 80% do time, com lesões, Pedro Rocha vendido. Se não der pra jogar bonito, a gente tem que tentar ganhar os jogos”, enfatizou o comandante, lembrando as diversas contusões que aconteceram no elenco.

Contra o Fluminense, por exemplo, Renato não contou com nomes como Luan, Barrios e Michel, titulares que eram destaques no momento da temporada em que o Tricolor Gaúcho aparecia como principal adversário do Corinthians pela liderança do Brasileiro.

Sobre a estreia do volante Cristian, que não havia atuado em 2017 e saiu no intervalo, sentindo dificuldades físicas, o treinador elogiou e entendeu as cãibras sofridas pelo experiente jogador.

“Cristian vinha bem no jogo, mas sentiu dores, cãibras, mas é normal para quem está há muito tempo parado”, analisou. O camisa 66 deixou o gramado para a entrada de Jailson.

Com a vitória sobre o Flu, os gaúchos alcançaram 46 pontos, nove atrás do líder Corinthians. O próximo compromisso é em 11 de outubro diante do Cruzeiro, novamente em Porto Alegre. Como são dez dias de intervalo, o elenco gremista ganhou folga de dois dias e se reapresenta na quarta-feira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: